O verão está chegando e a disputa de hoje é com aberturas de novelas com homens nus. Mulher nua é bem comum de encontrar, principalmente na televisão da década de 80 e 90, mas um homem como veio ao mundo é um tanto raro. Por isso faremos uma competição entre duas aberturas que colocaram o machismo de lado e exibiram uns corpos masculinos.

Do lado esquerdo do ringue, a novela “Brega & Chique” (1987) apresentava diversas mulheres com roupas exuberantes e encerrava com o modelo Vinícius Manne de costas andando embalado pelo som de “Pelado” do Ultraje a Rigor. A bundinha de Vinícius ofendeu a censura, a ponto de editarem o vídeo colocando uma folha no traseiro do modelo. Veja a abertura sem a censura, mas fique avisado que ela pode ter conteúdo ofensivo para pessoas não acostumadas a ver uma bunda masculina:

Do lado direito do ringue, a mistura de ficção científica com humor involuntário “O Clone” (2001) trouxe o bailarino Floriano Nogueira se contorcendo duplicado por um espelho, simulando uma dupla hélice de DNA (alguém aí com saudades das aulas de Biologia?). Como estamos no moderno século XXI, a nudez do bailarino mal aparece na abertura:

Vencedor do duelo: “Brega & Chique”
Não precisa nem falar que uma abertura com uma nudez total ganha de uma abertura com nudez parcial, não é?