Hoje será a estreia da segunda reprise de “Betty, a Feia” na RedeTV!. Em suas outras exibições, a novela sempre deixou o canal contente com sua audiência boa (pelo menos comparada ao resto da programação), mas será que vale a pena assistir a essa reprise da feiosa? Veja cinco motivos para isso:

“Betty, a Feia” é muito engraçada- Confesso que comecei a assistir à trama porque achei que seria tosca, mas já no fim do primeiro capítulo eu estava apaixonado pelos personagens e pela história. Além de pegar um ponto que todo mundo passou na vida (a fase de Patinho Feio que todos tivemos um dia), o autor soube transformar isso numa comédia leve. Não tem como não rir dos apelidos maldosos que Mário dá pra Betty, ou das trapalhadas da feia, ou então quando tudo começa a dar errado para Patrícia e seus seis semestres de finanças na San Marino.

Hermes Pinzón- São tantos personagens bons nesta novela que fica difícil escolher o mais incrível. Eu voto no Hermes, o pai de Betty, porque ele simboliza toda a história: é íntegro, tem seus momentos de deboche e os preconceitos que todos carregamos dentro de nós. Fora que Hermes é engraçadíssimo, usando sem qualquer parcimônia suas frases famosas como “O Diabo é porco!”.

Novela de Escritório- Poucas novelas brasileiras se aventuram no gênero que “Betty, a Feia” domina, que é o de novela de escritório. 90% da história se passa dentro da empresa Ecomoda, portanto vemos muitas reuniões de negócios, saídas no horário de almoço e eventos noturnos relacionados à empresa. Acredite, tudo é tão fácil de entender que você ficará vidrado durante os capítulos das reuniões que chegam a durar quase duas semanas.

Participação da Taís Araújo- E tem um tempero brasileiro em “Betty, a Feia”. Na fase final da novela, quando Betty passa por sua transformação, Taís Araújo faz uma ponta interpretando ela mesma, e ensina a feia a liberar todo o estresse através de uma sambada bem brasileira. Um momento emocionante, pena que não houve a dublagem pela atriz de verdade.

A melhor música de abertura de todos os tempos- Com tanta novela usando música famosa como abertura, é um alívio ouvir uma canção que foi feita especialmente para a trama. Num ritmo bem latino, a cantora enumera as qualidades de Betty (feia, andar desengonçado, nariz engraçado, voz de trovão, desdentada, descabelada e por mais que se arrume é mais feia que um canhão) enquanto o vídeo apresenta os personagens em um vídeo muito divertido.

Caso eu tenha conseguido te convencer, “Betty, a Feia” começa hoje às 18h45.